Página 1 de 11 123 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 140

Tópico: Importar legalmente para revenda

Hybrid View

Post Anterior Post Anterior   Próximo Post Próximo Post
  1. #1
    Super Moderador
    Data de Ingresso
    Aug 2011
    Localização
    Campo Grande, MS, Brasil
    Posts
    235
    Peso da Avaliação
    9

    Importar legalmente para revenda

    Olá! frequento ha algum tempo o forúm, porém estava conhecendo e lendo todos os tópicos e também buscando na rede algumas outras fontes para estar sanando algumas dúvidas, não sei se eu sou o único preocupado aqui, mas heje me deparei com um assunto em outro site que me chamou bastante atenção, um sujeito alegava que havia feito uma compra de 10 aparelhos chineses para vender no brasil, mas dizia que o mesmo aparelho já foi vendido no mercado livre por uma outra pessoa mais de 1700 unidades e que o valor que ele conseguiria para revenda legalizada seria de R$ 50,00 a mais do que o outro vendedor, ficando díficil competir. Foi então que comecei a me perguntar quais seriam as formas de baratear o produto legalizado e se é verdade o fato de além de pagar o imposto de importação de 60% ainda é possível que tenhamos que pagar o valor aproximado de até 18% dependo do estado referente ao Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Olhando por este lado, paga imposto+imposto+imposto.... acaba não compensando fazer estoque para venda a pronta entrega. alguém poderia esclarecer melhor essas formas de legalização de compra em atacado para revenda? e se é viável cadastrar no MEI para criar uma loja de vendas de importados.
    Agradeça a postagem, custa tempo escrever, não custa nada agradecer e motiva quem postou!



  2. #2
    Senior Member
    Data de Ingresso
    Jan 2013
    Localização
    campus
    Posts
    126
    Peso da Avaliação
    7
    tenho uma duvida é é assim.
    compro roupas no mercadolivre e vendo em minha cidade,
    nao tenho impresa nada, nao quero mais comprarno mercadolivre pois os vendedores nao oferecem nota, fiz uma compra na aeropostale e mandei pro shipito ja foi colocado nos correios dos eua, a nota da aeropostale ja serve pra mim apresentar para a policia por exemplo para que eles nao aprenda minha mercadoria?
    pois aqui em minha cidade as vezes tem comando policial onde os carros sao parados e nao quero perder o qua ja comprei

    e quanto as compras assistidas, a nota que eles mandam vem no nome do funcionario deles que compram? sendo assim como eu posso comprovar que foi eu que paguei?

    quero a curto prazo abrir empresa e trazer tudo legalizado 100% mais pelo que vi é quase impossivel, concorrer com outros dessa maneira

  3. #3
    Acesso ao Clube Avatar de TX115
    Data de Ingresso
    Dec 2012
    Localização
    Recife
    Posts
    1.025
    Peso da Avaliação
    9
    Por sugestão de alguns usuários, posto aqui uma mensagem que coloquei noutro tópico. Não li todas as mensagens anteriores, mas acredito que este post pode tirar a maior parte das dúvidas:

    Também trabalho com "muambas", mas parte (uns 30%) das minhas importações são completamente legalizadas, importadas como PJ, porque preciso comprovar minha renda e porque às vezes vendo para prefeituras, estado e empresas, que exigem Nota Fiscal.. Resumindo bastante.

    - Não existe isso de pagar apenas 60%. Isso é apenas para PF desde que não caracterize comércio e desde que a mercadoria custe menos de 500 dólares. A partir de 500 dólares, seja PF ou PJ, tem que fazer Declaração Simplificada de Importação.
    - No caso das compras abaixo de 3000 dólares, é por remessa, ou seja, você pode num mesmo mês fazer 3 ou 4 pedidos, desde que cada caixa seja abaixo de 3000 dólares. Acima de 3000 dólares, vai precisar fazer Declaração de Importação e contratar despachante.

    - Se você for PJ (ME, MEI...) e for revender estes produtos, É OBRIGATÓRIA a importação através de DSI (Declaração Simplificada de Importação) ou DI (Declaração de Importação). Para ter nota de entrada tem obrigatoriamente de fazer isso. Tem que ter nota de entrada se não não terá como dar a nota fiscal de saída.

    Limites:

    DSI: Cada remessa pode ter no máximo 3000 dólares. Se passar deste valor tem que fazer DI.
    DI: Qualquer valor, mas obrigatoriamente tem que contratar despachante.

    No caso de DSI, pode-se usar o Importa Fácil, que utiliza o Regime de Tributação Simplificado. Todos os impostos e taxas, desde que a mercadoria venha com o valor correto declarado, vai ficar em torno de 115%, pois o ICMS é aplicado sobre o valor da mercadoria já com os 60% de imposto de importação. Algumas vezes o valor do ICMS é quase o mesmo do Imposto de Importação. Usando o Importa Fácil vai se pagar também a taxa de R$ 150,00 do serviço de desembaraço aduaneiro. IMPORTANTE: SE SUA MERCADORIA PRECISAR DA ANUÊNCIA (AUTORIZAÇÃO) DE ALGUM TIPO DE ÓRGÃO COMO ANVISA, MINISTÉRIO DA SAÚDE..., NÃO PODE USAR O IMPORTA FÁCIL!. Tem que tirar o Radar, contratar despachante, e fazer uma importação formal, pouco importando o valor da mercadoria. Quando a mercadoria para ser importada precisa de autorização da Anvisa, por exemplo, o despachante precisará fazer uma Licença de Importação. No Importa Fácil eles não fazem desembaraço de nada que precise de Licença de Importação.

    Se você contratar seu próprio despachante, poderá realizar a DSI ou DI através do Regime Normal de Tributação, onde os impostos variam de acordo com o produto. Nesta segunda opção tem uma porrada de taxas além dos impostos. Comprando em GRANDE quantidade tudo fica em torno de 90%. Para usar seu próprio despachante, que cobra no mínimo R$ 620,00, e usar o Regime de Tributação Normal, será necessário sua empresa tirar o Radar, que é uma licença da Receita Federal para poder fazer importações. Pesquise sobre Radar que vais encontrar bastante coisa. A liberação do Radar nem sempre é muito fácil. Dependendo da cidade o pessoal é muito caxias. Sobre como tirar o Radar, veja este link: Habilitaçao Radar sem o auxilio de um despachante - Importação - Siscomex - Comércio Exterior

    É o seguinte: importar legalmente não compensa se no seu ramo a informalidade é muito grande. Se tem muita gente trazendo muamba, os clientes não vão comprar com você porque tem Nota Fiscal, mas por isso terão que pagar 40, 50% a mais pelo produto. Além disso o produto legalizado provavelmente já é vendido por grandes lojas varejistas, que vão vender em 10 vezes sem juros, com frete grátis... Não vai ter como concorrer com isso.

  4. #4
    Novato
    Data de Ingresso
    Dec 2012
    Localização
    Porto Velho
    Posts
    1
    Peso da Avaliação
    0

    Smile Queria agradecer pois seu comentário meu ajudou bastante .

    Citação Postado originalmente por TX115 Ver Post
    Por sugestão de alguns usuários, posto aqui uma mensagem que coloquei noutro tópico. Não li todas as mensagens anteriores, mas acredito que este post pode tirar a maior parte das dúvidas:
    A dias procuro essas informações.
    Eu lí algo outro dia sobre micro importador e as taxas não passavam mais do que 50%. Você entende algo sobre o assunto, se não, sabe onde posso encontrar informações sobre?
    Eu pagaria na boa até 70% desde que meus produtos passassem mais rápido pela alfandega . Tem alguma ideia? Desejo importa tablets. do tiny deal mas quero ter certeza que minhas compras chegaram em menos de 45 dias.

  5. #5
    Acesso ao Clube Avatar de TX115
    Data de Ingresso
    Dec 2012
    Localização
    Recife
    Posts
    1.025
    Peso da Avaliação
    9
    Citação Postado originalmente por Hemerson Oliveira Ver Post
    A dias procuro essas informações.
    Eu lí algo outro dia sobre micro importador e as taxas não passavam mais do que 50%. Você entende algo sobre o assunto, se não, sabe onde posso encontrar informações sobre?
    Eu pagaria na boa até 70% desde que meus produtos passassem mais rápido pela alfandega . Tem alguma ideia? Desejo importa tablets. do tiny deal mas quero ter certeza que minhas compras chegaram em menos de 45 dias.
    Não existe importação onde as taxas e impostos totais seja de 50%. Conheço muito bem normas de importação. Trabalho com isso há um bom tempo. O mínimo que você vai conseguir importando em grande quantidade pode ser de uns 85%.

  6. #6
    Acesso ao Clube Avatar de Claudio Coco
    Data de Ingresso
    Nov 2012
    Localização
    sao paulo
    Posts
    1.497
    Peso da Avaliação
    9
    Citação Postado originalmente por TX115 Ver Post
    Não existe importação onde as taxas e impostos totais seja de 50%. Conheço muito bem normas de importação. Trabalho com isso há um bom tempo. O mínimo que você vai conseguir importando em grande quantidade pode ser de uns 85%.
    por isso não da para importar legalmente imposto muito alto e voce vai concorrer com as pessoas que importam ilegalmente
    Nunca desista de Importar apesar de difícil vale a pena
    https://www.vitacostrewards.com/i8VbczV ganhe 10 dólares de desconto em suplementos

  7. #7
    Senior Member
    Data de Ingresso
    Oct 2012
    Localização
    SP
    Posts
    225
    Peso da Avaliação
    8
    Olá TX115,

    Nossa 115% é muito imposto, esse é o máximo de impostos que teoricamente eu devo pagar ou ainda pode aumentar essa taxa?

    Toda importação que fizer como PJ eu vou pagar 115% ou essa taxa pode cair, via Importa Fácil?

    Abraço.

  8. #8
    Novato
    Data de Ingresso
    Sep 2012
    Posts
    8
    Peso da Avaliação
    0
    Mesmo eu não querendo ter estoque e quiser trabalhar somente por dropshipping, ainda sim me enquadro dentro destas leis e impostos?
    Se eu criar uma loja virtual e vender via dropshipping eu estarei comento um crime então?

  9. #9
    Acesso ao Clube Avatar de TX115
    Data de Ingresso
    Dec 2012
    Localização
    Recife
    Posts
    1.025
    Peso da Avaliação
    9
    Tá cometendo crime, se os impostos não forem integralmente recolhidos.

    Mas aqui abre-se uma discussão sem fim, que é: dá para trabalhar legalmente com dropshipping no Brasil?
    Legalmente, como enquadra-se ALGUÉM (Pessoa Física) que faz este tipo de trabalho? Na prática ela é uma intermediadora da negociação.
    Ela pode fazer isso, sem ser contratado da empresa estrangeira, sendo Pessoa Física? Os contadores e advogados que eu consultem dizem que a resposta é NÃO.
    Nos poucos exemplos de empresas que fazem dropshipping que eu conheço, estas são classificadas como empresas de cobrança.

    Se você quer trabalhar legalmente, procure um bom contador (raros) e veja qual a sugestão que ele te oferece.

  10. #10
    Novato
    Data de Ingresso
    Sep 2012
    Posts
    8
    Peso da Avaliação
    0
    Então se legalizar como empresa de cobrança da pra trabalhar com dropshipping? Você sabe dizer quais os impostos nesta modalidade?

Página 1 de 11 123 ... ÚltimoÚltimo

Tópicos Similares

  1. Sites para revenda de produtos importados.
    Por JulianaBuch no fórum Discussão Geral
    Respostas: 17
    Último Post: 27/12/2018, 19:10
  2. comprar grandes quantidades para revenda
    Por dessa-naegele no fórum Impostos
    Respostas: 2
    Último Post: 29/04/2014, 11:37
  3. Compra de camisetas para revenda
    Por PereiraG no fórum Discussão Geral
    Respostas: 0
    Último Post: 14/05/2012, 10:39
  4. Importar roupas pra revenda!
    Por tiagorrocha1 no fórum Boteco
    Respostas: 3
    Último Post: 11/05/2012, 15:05
  5. Importar para revender
    Por pedromkp no fórum Grandes Compras
    Respostas: 12
    Último Post: 02/03/2012, 19:28

Marcadores

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •