Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 25

Tópico: [Ebook] Importando Legalmente

  1. #1
    Acesso ao Clube
    Data de Ingresso
    Sep 2012
    Localização
    serra-es
    Posts
    130
    Peso da Avaliação
    8

    [Ebook] Importando Legalmente

    Fala Galera,

    Participo do forum há uns seis meses e aprendi muita coisa com ele. Estou deixando aqui um um ebook que comprei pela internet. Ele fala um passo a passo de como importar legalmente. Serve para os iniciantes( não que eu seja expert) e até mesmo para os mais experientes:

    "Muitas pessoas se perguntam como alguns vendedores conseguem
    comercializar seus produtos a preços tão baixos e ainda sim ter altos
    lucros. Muitos especulam diversas teorias como, por exemplo,
    contrabando, suborno, corrupção e etc... Muitos casos realmente são,
    porém a resposta é muito mais óbvia, porém não simples: Importando
    formalmente com radar e pagando os impostos sai muito mais barato que
    qualquer outro método legal! Aliando bom fornecedor, compras em
    quantidade e eficiência burocrática seu preço final de produto será
    imbatível.
    Para importar em grandes quantidades é preciso que se realize uma
    importação formal. A legislação brasileira proíbe a importação para fins
    comerciais por pessoas físicas. Isso significa que se o importador tentar
    importar uma quantidade significativa (varia de mercadoria para
    mercadoria, porém se tem como prática 10 unidades para eletrônicos e 21
    kg para roupas) de produtos ou com certa freqüência, suas mercadorias
    serão apreendidas. As mercadorias serão caracterizadas como comercial e irão retornar ao remetente e devido às diversas taxas cobradas para que o remetente receba de volta a mercadoria, certamente os produtos serão
    perdidos.
    Para realizar uma importação formal temos 3 passos importantes:
    - Abertura de empresa
    - Abertura de conta empresarial
    - Gerar certificados Digitais
    - Cadastro no RADAR junto a Receita Federal
    - Realização de contrato de cambio
    - Compra com fornecedor
    - Desembaraço aduaneiro
    Vamos abordar todos os passos detalhadamente e maximizar a
    eficiência burocrática para diminuir custos, reduzir os prazos e eliminar
    riscos.
    2. Abertura de empresa
    Antes de qualquer coisa, o importador precisa de um CNPJ e sem ele
    não podemos avançar. Existem diversas formas de abrir uma empresa,
    porém aqui vamos utilizar a forma mais simples de enquadramento. Para
    iniciar acesse o site:
    http://www.portaldoempreendedor.gov....al/formalizese
    Preencha todas as informações necessárias e siga as instruções. É
    tudo bem simples, fácil e auto-explicativo. Um detalhe que deve-se
    atentar é para o “Capital social” da empresa, que por padrão é definido
    em R$1,00 durante o processo. É fundamental que seja alterado para
    algum valor acima de R$5.000,00, mais a frente iremos explicar o motivo.
    Caso tenha algum capital inicial (capital que pretende investir em compra
    de produtos e na empresa) maior que R$5.000,00 informe durante o
    cadastro ou altere após finalizar. Não se preocupe, o “Capital Social” pode
    ser alterado quantas vezes e quando for necessário até o registro da
    empresa na prefeitura de seu município. Não importa caso não tenha
    nenhum capital, também informe no mínimo R$5.000,00.
    Outro detalhe importante durante o cadastro é o CNAE, cuja
    numeração indica a atividade da empresa. Sempre escolha algo
    relacionado ao que se deseja importar mais a frente, seria estranho
    alguém com CNAE descrevendo como atividade principal “criação de
    ovelhas” querer importar eletrônicos. Mais uma vez não se preocupe, o
    CNAE pode ser alterado quantas vezes e quando for necessário até o
    registro da empresa na prefeitura de seu município.
    Após finalizar o cadastro imprima o certificado de condição de
    micro empreendedor individual e salve também uma cópia em seu
    computador. Ele será seu comprovante de pessoa jurídica e será
    necessário diversas vezes mais a frente.
    Parabéns, a partir de agora se pode considerar um empresário! A
    partir deste momento iremos nos referir ao micro empreendedor
    individual como MEI.
    3. Abertura de conta empresarial
    A maioria dos bancos possui regras e exigências muito rígidas quanto à
    abertura de conta jurídica. Nesse ponto devemos limitar a duas escolhas:
    Banco do Brasil e Caixa Econômica. Neste caso vamos optar pelo Banco do
    Brasil por ter reputação internacional e diversos serviços na área de
    câmbio.
    Para abertura da conta jurídica para micro empreendedor individual é
    necessário poucos documentos. Em geral:
    - Documento de identidade
    - Certificado de micro empreendedor individual
    - Comprovante de endereço (residência ou comercial)
    Basta apresentar os documentos no setor de contas jurídicas na
    agência mais próxima do BB que em poucos dias sua conta será aberta. De
    início eles irão fornecer apenas um cartão de débito e nenhum limite de
    crédito.
    Tenha um cuidado especial ao usar sua conta no primeiro ano pois
    como MEI você deve respeitar o faturamento anual bruto de até
    R$60.000,00 e no primeiro ano de abertura da empresa, o calculo é
    proporcional ao numero de meses restantes no ano, ou seja, se você abriu
    a empresa em abril:
    Cota do 1º ano = (60.000/12) X 9 = 45.000
    Você pode ter no máximo R$45.000 de faturamento bruto no 1º ano.
    Entenda como faturamento bruto todo dinheiro que entrou em conta, seja
    lucro ou não.
    É muito importante que utilize sempre sua conta, que a movimente.
    Tente se planejar para que entre na conta o máximo de dinheiro possível
    sem ultrapassar sua cota anual. Assim logo o banco irá ver que você é um
    empresário sério e ria liberar diversos benefícios e créditos. A propósito,
    caso deseje um terminal da Cielo ou Red card, solicite no momento da
    abertura de sua conta.
    4. Gerar certificados digitais
    Atualmente estamos passando por uma grande revolução da
    informatização nos sistemas públicos e isso está melhorando e facilitando
    a vida de todos os empresários. Todos os métodos que iremos explicar
    daqui para frente necessitam de autenticação digital e para acessá-los é
    necessário um certificado digital.
    Um certificado digital é um arquivo criptografado que possui todas as
    suas informações pessoais (e-CPF) ou empresariais (e-CNPJ), é como uma
    assinatura digital equiparada ao reconhecimento de firma em cartório.
    Para solicitar um certificado digital você deve se dirigir a agência
    certificadora mais próxima. As duas mais comuns são os Correios e o
    Serasa Experian. O Correio é um pouco mais barato, porém muito mais
    burocrático e demorado. Recomendamos compre seu certificado digital
    no Serasa Experian pela maior facilidade e agilidade. Você irá precisar
    tanto do e-CPF quanto do e-CNPJ, então retire os dois. Os documentos
    necessários são os mesmos utilizados para abrir a conta empresarial:
    - Documento de identidade
    - Certificado de micro empreendedor individual
    - Comprovante de endereço (residência ou comercial)
    Importante salientar que a compra do certificado é realizado com
    agendamento prévio, seja qual for o lugar. Então sempre ligue antes e
    marque para não perder tempo.
    Recomendamos que seja feito os certificados e-CPF e e-CNPJ no
    formato A1 que é mais barato e tem duração de 1 ano. Lembre-se que sua
    empresa é nova e ao evoluir, sofrerá alterações em sua constituição e isso
    acarretará na necessidade de refazer os certificados. Por isso nunca caia
    no papo do vendedor de gerar um certificado com prazo mais longo de 3
    ou 5 anos, o de 1 ano e sem mídia é suficiente.
    O próprio vendedor irá explicar o funcionamento e instalação do
    certificado em seu PC, é importante que sempre mantenha uma cópia de
    backup em um pen drive, cd ou outro PC. Caso perca, terá que pagar
    multa para geração de outro certificado.
    5. Cadastro no RADAR
    Chegamos à parte mais delicada e primordial deste curso. Vamos a
    algumas considerações antes de prosseguir. A máquina pública brasileira
    é extremamente burocrática e imprecisa, a grande maioria dos
    funcionários são corruptos e não possuem boa vontade para realizar os
    serviços de seu cargo. Antes de tudo, lembrasse que a paciência será sua
    maior virtude durante este processo. Algumas repartições são tão
    desorganizadas que os funcionários acabam criando suas próprias regras
    e instruções internas, sem levar em conta a INSRF que instrui o
    procedimento.
    O RADAR é uma licença especial que todo importador precisa ter para
    ter autorização de realizar a importação formal. O radar divide-se em
    duas modalidades:
    - Ordinária
    - Simplificada
    - Especial
    - Restrita
    Iremos abordar a Ordinária, que é voltada para pessoa jurídica que
    atua regularmente no comércio exterior. Existe a INSRF nº650 que instrui
    todo o procedimento para o cadastro no RADAR, porém ela não instrui os
    procedimentos internos aduaneiros que veremos aqui com detalhes.
    Lembra-se do Capital Social declarado durante o cadastro no portal do
    MEI? Ele é importante, pois desde outubro de 2012 todo procedimento de
    cadastro no RADAR foi alterado e um novo critério interno foi instaurado,
    a análise fiscal.
    A análise fiscal do MEI e optantes pelo simples nacional são realizadas
    com base nas últimas contribuições fiscais para a receita federal, mas
    como um MEI que paga cerca de R$12,00 por mês pode ter sua capacidade
    financeira analisada dessa maneira? Não pode! Quando modificaram as
    normas e instauraram a análise fiscal, lembraram-se apenas dos grandes
    empresários e se esqueceram do micro empresário.
    A forma de contornar isso e realizar a análise é através de dois
    atributos: o Capital Social e o balancete da empresa. É importante que
    neste momento seja feito um balancete da empresa e seja declarado todo
    dinheiro líquido existente em caixa. O balancete é simples de se fazer,
    principalmente se a empresa for nova. Caso não tenha nenhum dinheiro
    em mãos, esse é o momento de pedir um empréstimo no banco ou com
    familiares.
    Nesse momento é importante que você tenha todo dinheiro possível
    em sua conta jurídica, pois a análise fiscal irá estipular um valor bruto
    semestral máximo que uma empresa pode importar e em nosso caso, esse
    valor é normalmente 2x o que se tem em dinheiro líquido em conta. Caso
    tenha feito um empréstimo no banco, guarde o contrato ou nota do
    empréstimo. Caso tenha sido uma doação de um familiar, as coisas se
    complicam um pouco, pois você irá precisar de algum documento que
    comprove de onde essa pessoa tirou esse dinheiro.
    Não se preocupe, apesar de assustar um pouco a análise fiscal é simples
    e rápida e não é impeditivo para o cadastro no RADAR, apenas pode
    atrasar um pouco as coisas.
    Para iniciar o processo de cadastro, você deve ter instalado em seu PC
    o e-CNPJ e acessar o site:
    https://cav.receita.fazenda.gov.br/e...ico/login.aspx
    Nele você deve clicar no símbolo do certificado digital, aqui será seu
    portal de contato com a receita federal.
    Ao acessar o sistema, procure por “Cadatros”
    Depois procure por “Opção pelo domicílio tributário eletrônico”
    Realize o cadastro no domicílio tributário eletrônico e imprima a
    página final que diz que “o contribuinte é optante pelo domicílio
    tributário eletrônico”.
    O próximo passo é preencher o formulário “ANEXO I” que acompanha
    esse e-book com todos os seus dados (formulário acompanha instrução de
    como preencher), assinar e comparecer ao cartório para reconhecer
    firma. Se o documento não estiver autenticado, o processo será encerrado
    no processo de protocolização.
    Agora que já possui todos os documentos necessários, você deve juntalos
    em um envelope de papel pardo. Vamos recapitular quais são os
    documentos:
    - Certificado de MEI;
    - Documento de identidade;
    - CPF (caso não tenha na identidade);
    - Impressão da tela onde diz que “O contribuinte é optante pelo
    domicílio tributário eletrônico”;
    - Comprovante de endereço (residencial ou comercial);
    - Balancete e todos os documentos que comprovem a origem do
    dinheiro como já descrito.
    Um detalhe importante e que causa grandes problemas é a confusão
    por parte dos funcionários a respeito da natureza do pedido do RADAR.
    Como o “nome” da empresa do MEI é igual ao seu nome pessoa física,
    muitos funcionários confundem e acham que se trata de um RADAR para
    pessoa física. Então sempre antes de realizar algum procedimento na
    Receita, deixe sempre claro que se trata de uma pessoa Jurídica
    enquadrado como MEI.
    Aconselho a incluir uma carta endereçada ao fiscal junto aos
    documentos mencionando que se trata de uma pessoa Jurídica e que se
    almeja o cadastro no RADAR Ordinário para pessoa jurídica. Caso tenha
    dificuldade em escrever a carta, na internet existem diversos modelos
    prontos.
    De posse dos documentos, compareça a delegacia da Receita Federal
    com jurisdição sobre o endereço de sua empresa (no site da receita federal
    é fornecido o endereço da delegacia mais próxima). Chegando lá, se
    informe onde e qual é o procedimento para realizar uma protocolização
    de um pedido de cadastro no RADAR. Será indicado um funcionário ao
    qual você deve entregar os documentos para que o mesmo digitalize e
    encaminhe para o fiscal responsável. É muito importante que você pegue
    o recibo do protocolo com a data e assinatura do funcionário que realizou
    o protocolo.
    Pronto, está instaurado o processo e você pode acompanhá-lo através
    do portal do eCAC. O mesmo portal em que você se cadastrou no domicílio
    tributário eletrônico:
    https://cav.receita.fazenda.gov.br/e...ico/login.aspx
    Pela nova INSRF, a Receita Federal tem o prazo de 10 dias corridos a partir
    da data de protocolo para concluir um parecer sobre o seu processo.
    Durante esses 10 dias, acompanhe sempre o andamento do processo
    através do eCAC e fique atento para qualquer intimação que poderá por
    ventura surgir.
    Mesmo sendo o prazo de 10 dias estabelecido e instaurando sob
    pena de que o chefe da jurisdição assine por ofício o pedido caso seja
    extrapolado o prazo, é normal que o processo leve mais tempo. Afinal,
    aqui é Brasil.
    Caso o processo passe mais de 5 dias sem atualizar ou extrapole os
    10 dias, imprima a página do andamento do processo com seu número e
    distribuição e compareça novamente a Receita Federal em que foi feito o
    protocolo. Chegando lá, procure a Aduana. Na Aduana, geralmente existe
    uma secretária (o) que você deve mostrar o andamento do processo e
    pedir para conversar com o fiscal que está cuidando do seu caso.
    Nesse momento é crucial que se tenha paciência e muita educação,
    sempre que for conversar com o fiscal, procure se vestir de maneira
    profissional e bem apresentada. O papel dele ali é te fiscalizar e analisar
    lembre-se bem disso. Eles estão ali para evitar fraudes e crimes.
    Converse com o fiscal e pergunte qual a situação do processo, peça
    instruções e tente sempre fazer amizade com o fiscal. Muitos fiscais não
    trabalham da forma que deveriam e isso acaba atrasando todo o processo,
    então fique em cima. Caso ele de algum prazo para conclusão, sempre
    retorno no seu gabinete ao fim do prazo caso o processo não tenha sido
    concluído.
    Após a conclusão e habilitação no RADAR pelo fiscal, entramos em
    um novo processo. Devemos agora habilitar você nos sistemas
    informatizados da receita federal, para que se tenha acesso ao famoso
    SISCOMEX.
    Primeiramente deve-se preencher o formulário “ANEXO II e ANEXO
    III” que acompanha está e-book (o arquivo possui instruções de
    preenchimento), escrever seu e-mail e telefone no verso, assiná-lo e
    comparecer ao cartório para reconhecer firma da assinatura. Depois deve
    levá-lo ao fiscal que realizou sua habilitação e pedir para que o mesmo
    carimbe o documento. Agora basta levá-lo e entregar ao secretário
    responsável pelo credenciamento no departamento de tecnologia da
    Receita Federal em que se protocolizou o processo.
    O prazo médio de credenciamento é de 48 horas e assim que for
    concluído, um e-mail será envido notificando a habilitação. A partir de
    agora você possui acesso aos sistemas informatizados do SISCOMEX.
    Para acessar os sistemas você deve primeiramente acessar o site:
    https://www4.receita.fazenda.gov.br/...gon.jsp?ind=07
    E logar no sistema através de seu e-CPF (não use o e-CNPJ ou retornará
    um erro de acesso). Depois você deve se cadastrar para acesso ao sistema
    como pessoa física. Para realizar o procedimento, primeiro insira seu
    CNPJ após logar no sistema e clique em “INCLUIR” no menu superior:
    Agora basta inserir seu CPF, data da validade em que você mesmo
    poderá acessar ao sistema (coloque uma validade de 50 anos), escolha o
    tipo de representação como “IMPORTADOR” e escolha o tipo de
    representação como “PREPOSTO/DIRIGENTE”. Clique em enviar e pronto.
    Caso queira adicionar algum sócio ou um despachante em seu
    sistema, esse é o momento adequado. Basta proceder da mesma maneira e
    apenas alterar a representação para “REPRESENTANTE”.
    A partir de agora você pode realizar o cadastro de DI e acessar os
    diversos serviços do SISCOMEX.
    6. Compra com fornecedor
    Existem pela internet diversos portais onde fornecedores anunciam
    seus produtos e serviços. Procure sempre por fornecedores que já
    possuem diversas vendas no portal e com mais de 1 ano de cadastro no
    portal. Note na estrutura do e-mail enviado pelo fornecedor, veja se
    possui endereços e diversos meios de contato.
    Nunca compre em quantidade de um fornecedor que você
    desconhece. Sempre compre uma ou duas unidades como amostra
    (sample) e utilize sempre o Paypal como forma de pagamento. Se o
    vendedor recusar vender amostra ou usar o Paypal, procure outro
    fornecedor, pois esse tem 90% de chance de ser fraudulento.
    O Paypal é um serviço de intermediação financeira entre o
    comprador e vendedor e é utilizado em todo o mundo. Eles protegem seus
    dados bancários e sua compra contra golpes. Atualmente o Paypal está
    presente no Brasil e aceita cartões nacionais Visa e Mastercard.
    Caso não possua cartão de crédito, procure operadoras como a Ibi
    que possuem condições facilitadas para emissão de cartão.
    É importante que sua amostra não seja maior que 5 unidades, para
    não correr o risco de ser caracterizado como comercial.
    Após receber a amostra e se certificar que o fornecedor é sério, está
    na hora de realizar sua primeira importação formal. Compre uma
    quantidade maior, cerca de 20 unidades quando se tratar de eletrônicos
    ou 40 kg se forem roupas.
    Este detalhe é fundamental para evitar perdimento de carga ou
    multas. Peça ao seu fornecedor que envie sua encomenda por “Formal
    Import” ou “Importação Formal” e informe o seu número de CNPJ (eles
    conhecem como “Tax ID”) na INVOICE. Caso sua Invoice não possui seu
    CNPJ ela irá ser perdida. Caso ele envie via Courier ao invés de Formal
    Import, a encomenda também será perdida.
    Após saber exatamente o que de irá ser importado e tiver uma
    cotação final do valor e do frete, você deve acessar o simulador
    administrativo no site da receita federal e realizar uma simulação do
    tratamento administrativo:
    Sítio de Apoio ao Importador
    Cada mercadoria possui um número internacional que descreve
    suas características e utilização. O tratamento e os impostos cobrados
    variam de mercadoria para mercadoria, por isso deve-se utilizar o NCM
    adequado ao produto a se importado. Caso o NCM não seja o do produto
    importado o importador irá pagar uma multa pesada ou poderá até
    mesmo ter a mercadoria apreendia pela receita.
    No simulador, insira o NCM (uma pesquisa rápida no Google é
    suficiente para achar a numeração de seu produto), o valor aduaneiro
    (valor do produto + valor do frete), a alíquota ICMS (procure no site da
    secretaria de fazenda do seu estado, geralmente varia de 14% a 19% de
    estado para estado), insira o código de verificação e clique em consultar.
    Na próxima tela serão exibidos os valores dos impostos federais
    (não será exibido o valor do ICMS) que serão cobrados pela importação. É
    importante ficar atento a tabela a direita chamada “Tratamento
    Administrativo” e conferir se a mercadoria que se pretende importar
    possui alguma restrição ou procedimento especial a ser tomado.
    Estude bastante para achar o produto certo que não ocasionará
    prejuízos ou baixo lucro.
    Confira os sites abaixo e os fabricantes que neles estão representados:
    Manufacturers & Suppliers Directory | Global Sources
    Este site é ideal para compras em atacado, o preço sai realmente muito
    melhor, o único problema é que vc tem que pedir as cotações dos preços e
    o processo de compra pode ficar um pouco mais demorado.
    China Wholesale - Wholesale Electronics - Dropship From China
    Este site é ideal para a compra mais rápida sem muita pesquisa de preços,
    como muitos produtos são abaixo de 50 dólares quando comprados por
    pessoa física não há incidência de impostos, as cotações de preço são
    visíveis quando se abre o site mas o produto vem de atravessadores como
    lojas e representantes, e não direto de fábrica.
    AQUI VAI O PROCEDIMENTO PASSO A PASSO PARA VC INICIAR
    NAVEGANDO NO CHINAVASION
    1. SELECIONE NA CAIXA SUPERIOR ESQUERDA DO SITE CHINESE
    PRODUCT CATEGORIES, A CATEGORIA DO PRODUTO QUE VC
    PROCURA;
    2. APÓS ENTRAR NA CATEGORIA SELECIONE O TIPO DO PRODUTO DA
    CATEGORIA;
    3. APÓS SELECIONAR O TIPO CLIQUE NA FOTO DO PRODUTO A SER
    COMPRADO;
    4. CASO QUEIRA A MERCADORIA CLIQUE EM “ADD TO CART”;
    5. VC TERÁ UMA TELA COM TODOS OS PRODUTOS QUE JÁ FORAM
    SELECIONADOS POR VC;
    6. CLIQUE EM “CONTINUE SHOPPING” PARA CONTINUAR
    COMPRANDO OU CLIQUE EM “CHECK OUT” PARA FINALIZAR A
    COMPRA;
    7. DUAS CAIXAS APARECERÃO NA TELA
    • NEW COSTUMER
    • RETURNING COSTUMER
    COMO É A SUA PRIMEIRA COMPRA NESTE SITE, CLIQUE EM “CONTINUE”
    NA CAIXA “NEW COSTUMER”;
    8 – PREENCHA OS ESPAÇOS DA FICHA DE CADASTRO NA SEGUINTE
    ORDEM:
    • PRIMEIRO NOME
    • ÚLTIMO NOME
    • E-MAIL
    NOME DA SUA EMPRESA
    RUA, Nº, AP, BAIRRO
    CEP
    CIDADE
    PAIS
    TELEFONE
    FAX
    NEWS LETTER: CLIQUE AQUI PARA RECEBER EMAILS DIRETOS DO SITE
    SENHA DO SITE
    CONFIRMAÇÃO DA SENHA DO SITE
    CLIQUE EM CONTINUE
    “YOUR ACCOUNT HAS BEEN CREATED”
    UMA CONFIRMAÇÃO DE SEU CADASTRO NO SITE SERÁ MANDADO PARA A
    CAIXA DE EMAIL QUE VOCÊ FORNECEU NO SEU CADASTRO.
    CLIQUE EM CONTINUE
    UMA TELA COM A CONFIRMAÇÃO DO ENDEREÇO DE POSTAGEM
    APARECERÁ, E NA CAIXA ESTÃO AS COTAÇÕES DE FRETE PARA ESTE
    ENDEREÇO.
    ESCOLHA ENTRE OS DIFERENTES TIPOS DE FRETE, NORMALMENTE O
    PRIMEIRO É O MAIS BARATO E RECOMENDÁVEL PELO CUSTO BENEFÍCIO.
    CLIQUE EM CONTINUE
    ESCOLHA A FORMA DE PAGAMENTO, CARTÃO OU HSBC, ... O SITE É BEM
    CONFIÁVEL E NÃO TEMOS NOTÍCIAS DE PROBLEMAS COM AS FORMAS DE
    PAGAMENTO.
    A partir destes sites você terá acesso a inúmeros links que lhe
    encaminharão para muitos outros fornecedores, onde você poderá
    consultar os preços e cotações que mais lhe interessem.
    GLOSSÁRIO INGLÊS – PORTUGUÊS
    PERGUNTAS FUNDAMENTAIS PARA A CONCRETIZAÇÃO DA NEGOCIAÇÃO
    PRIMEIRO CONTATO
    To whom it may concern,
    My name is (seu nome igual ao do email) CEO of ….nome de uma empresa
    ….and I’d like to obtain more information o the products that you have
    available in your site.
    Ao responsável,
    Meu nome é (seu nome) diretor executivo da empresa ........................e eu
    gostaria de obter mais informações sobre os produtos disponibilizados em
    seu site.
    Please send me complete information on all advertized products, given
    that I am very interested in aquiring them through your internet sales
    system.
    Por favor mande-me informações completas sobre todos os produtos,
    visto que eu estou muitíssimo interessado em adquiri-los através do seu
    sistema de vendas pela Internet.
    Please inform me the payment ways available, and the kind’s o shipments
    and their respective fairs and costs.
    Por favor informem-me as formas de pagamentos disponíveis e também
    os tipos de envio com os seus respectivos custos e taxas.
    Do you take money transfer payments? If so, I’d like to know which bank
    you work with so that I can make the transfer directly from Brazil.
    Vocês por acaso aceitam pagamento via transferência bancária, se sim,
    com qual banco vocês trabalham de forma que eu possa efetuar o depósito
    diretamente daqui do Brasil.
    How long do you usually take to ship the product after the confirmation
    of the acquisition?
    Quanto tempo vocês demoram em postar a mercadoria após a
    confirmação da compra?
    I would like X units of the product code XXX name XXXX
    Posted to the address: Rua xxx nºxx ,
    São Paulo , Brazil, CEP zzzzxxxx
    Eu gostaria de X unidades do produto de código XXX de nome XXXX
    postados para o endereço: Rua xxx nºxx
    São Paulo , Brazil, CEP zzzzxxxx
    Do you take small orders?
    Vocês aceitam pedidos pequenos?
    Confira estes outros sites diretos dos fornecedores que têm links para
    milhares de fabricantes e montadores de produtos.
    Wholesale Electronics, Clothing, and More Auctions by Liquidators
    Wholesale DollarDays
    www.auctionwholesaler.com
    Wholesale Computer Accessories | #1 Dropshipper | Discount Brand Names
    Free Wholesale Supplier Search Network - Hotdandy Wholesale
    Wholesale Central - Directory of wholesalers and wholesale products
    Drop Ship Wholesale Products, Dropship Company, Dropshipping Suppliers
    cell-phon-accessories-wholesale.com
    CDW - Computers, Hardware, Software and IT Solutions for Business
    Salvage.com
    Surplus.net
    Closeout.net
    Agspromotions.com
    Overstock.com: Online Shopping - Bedding, Furniture, Electronics, Jewelry, Clothing & more
    Harriet Carter - Distinctive Gift Ideas, As Seen on TV, Unique Gifts and Household Gadgets
    Wholesale Candle Warmers | Electric Oil Warmers | Fleece Blankets | Dream Catchers | Wholesale General Merchandise
    sword-stone.com
    Unique Property portal coming soon
    Wholesale Electronics, Clothing, and More Auctions by Liquidators
    Wholesale Merchandise, Overstocks, Customer Returns, Liquidations and Closeouts | Via Trading
    firesidetechnologies.com
    mywebwholesaler.com
    DestockNet - Achat / Vente destockage, biens soldés, lots neufs
    Destockage Grossiste Liquidation
    Manufacturers & Suppliers Directory | Global Sources
    hotbuy4u.com
    sell.com
    savesucash.com
    www.logicbox.com
    Gamegizmo.com
    www.ps2outlet.com
    www.gamestech.com
    wholesalewebdirect.com - wholesalewebdirect Resources and Information. This website is for sale!
    Surplus.net
    www.toydirectory.com
    www.bestforsale.com
    www.modchip-sbox.com
    Newageconsoles.com
    toysnjoys.com
    www.psx2central.com
    ps2insider.com
    www.redoctane.com
    www.psera.com
    AuctionAddict
    Online Auctions: Laptops, Desktops, TVs, Electronics, Home & Garden | uBid.com
    bidsorama.com
    Made-in-China.com - Connecting Buyers with China Manufacturers, Suppliers & Products
    Manufacturer Directory -B2B Directory China& Taiwan Products Manufacturers Directory,Supplier,Exporter directory,exporter sources,suppliers source
    www.chinapt.com
    Manufacturers, Suppliers, Exporters & Importers from the world's largest online B2B marketplace-Alibaba.com
    B2B Manufacturer Directory, B2B Marketplace, Wholesale Sales, Buy China Wholesale Product from Chinese Wholesaler on BusyTrade.com
    Manufacturers Directory for Taiwan & China Manufacturers, Suppliers
    China chinaimporters direct imports
    www.focuschina.com
    7. Realização de contrato de cambio
    No Brasil, é proibida pelo banco central a remessa de valores para o
    exterior com destino comercial que não seja através de um contrato de
    cambio. Compras com cartão de crédito ou Western Union são proibidas
    para fins comerciais.
    O contrato de cambio nada mais é que uma ordem de pagamento ao
    exterior emitida pelo seu banco ou uma instituição financeira. Existem
    diversas instituições que oferecem o serviço, porém vamos nos limitar
    novamente ao banco do Brasil.
    O gerenciador online do Banco do Brasil possui um sistema
    informatizado simples e intuitivo que gera contratos de cambio
    automaticamente, porém o BB possui uma regra interna de apenas
    permitir acesso ao sistema por empresas com mais de hum ano de
    constituição.
    Para contratar cambio com uma empresa nova, você deve procurar seu
    gerente e explicar que você deseja realizar um “Contrato de Câmbio” para
    pagar uma encomenda comercial. Dificilmente um gerente que cuida de
    contas MEI saberá qual o procedimento deve ser tomado. Caso ele tenha
    dúvidas, peça para que entre em contato com a “Mesa de cambio”
    responsável pela sua região para pedir mais informações.
    Para realizar o procedimento o gerente deverá enviar um “Correio
    Prioritário” (um e-mail antes que confunda com carta física pelos
    Correios) a mesa de cambio solicitando a contratação do serviço. Ele irá
    precisar de uma cópia da Invoice e dos dados do remetente como, por
    exemplo, nome completo do titular da conta, conta, código swift,
    endereço, endereço do banco e etc... Todas essas informações devem
    conter na Invoice.
    Após aprovação do contrato de câmbio, o valor será enviado para a
    conta do remetente em até 72 horas.
    Caso encontre dificuldades em realizar o serviço pelo Banco do Brasil,
    procure o Banco Rendimento e entre em contato com um analista através
    do telefone exibido no site:
    Banco Rendimento
    Eles irão lhe orientar como proceder para a realização do contrato de
    câmbio.
    Antes de prosseguir, preencha a “Carta de autorização de débito” que
    acompanha esse e-book e entregue ao Banco do Brasil. Ela autoriza que
    sejam realizados débitos relativos aos impostos e taxas de importação
    diretamente do SISCOMEX em sua conta. Com isso vamos poupar tempo
    mais a frente.
    8. Desembaraço aduaneiro
    Assim que as mercadorias chegarem ao Brasil e o importador estiver
    de posse dos documentos necessários para instrução da DI (declaração de
    importação), deve-se iniciar o quanto antes o processo de desembaraço
    aduaneiro.
    Os documentos necessários para instrução da DI (declaração de
    importação) e desembaraço aduaneiro são:
    - Invoice
    - Romaneio de carga (“Packing List)
    - Termo de entrada
    - Conhecimento aéreo
    A Invoice é um documento que informa os dados do vendedor
    (Nome, endereço, contato e etc...), os dados da mercadoria (do que se
    trata, nome, quantidade, valor e etc...) e os seus dados (Nome da empresa,
    seu nome, endereço para entrega, contato e o mais importante: o seu
    CNPJ). É importante que a Invoice seja assinada e carimbada pelo
    fornecedor (senão você irá pagar multa durante o processo de
    desembaraço) e que conste a forma de frete, empresa transportadora e o
    valor do frete da mercadoria.
    O romaneio de carga é uma lista de todos os produtos e caixas que
    serão relacionados na DI. Devem constar os produtos, peso de cada um e
    formato da caixa. Devem estar numerado em seqüência, na mesma ordem
    que na Invoice.
    O termo de entrada é um documento gerado pelo sistema da
    Aduana quando a carga entra no país. Ele possui todas as características
    da encomenda, peso e localização da mesma nos depósitos da receita
    federal.
    O reconhecimento aéreo é fornecido pela empresa transportadora
    com o número MASTER ou HOUSE que nada mais são que o código de
    rastreio da craga.
    Peça ao fornecedor que envie via correio, antes de enviar a
    mercadoria, a Invoice e o Romaneio de Carga. Os documentos devem ser
    originais, ou senão serão aplicadas multas ao importador no momento do
    desembaraço.
    O conhecimento aéreo e o termo de entrada são enviados pela
    empresa transportadora no momento em que a mercadoria atraca.
    De posse de todos os documentos, você deve acessar o sistema
    “Siscomex importação web” no site:
    https://www4.receita.fazenda.gov.br/...login_cert.jsp
    Através de seu e-CPF e realizar o cadastro de uma DI. O processo é
    um pouco complicado e para tentar ajudá-lo, acesse o vídeo “Cadastro de
    DI” que acompanha este e-book e siga o passo-a-passo.
    Após o registro da DI, a mesma será parametrizada pelo sistema
    automatizado da receita federal: existem quatro possíveis resultados:
    - Verde: DI desembaraçada automaticamente (raramente ocorre
    durante as primeiras importações)
    - Amarela: Necessita de verificação da documentação da
    mercadoria.
    - Vermelha: Necessita de verificação da documentação e vistoria
    física da mercadoria (mais comum de ocorrer durante as primeiras
    importações)
    - Cinza: Necessita de verificação da documentação, vistoria física da
    e apuração do valor aduaneiro da mercadoria. (Raramente ocorre, se
    ocorrer indica que foi preenchido algo errado na DI)
    Provavelmente sua primeira DI será parametrizada em sinal
    vermelho. Não se preocupe, é muito comum que ocorra nas primeiras
    vezes.
    Vamos presumir que a parametrização tenha sido vermelha. Assim
    que tiver o resultado exibido no sistema “Siscomex importação web”, o
    importador deve imprimir o comprovante de DI e juntar todos os
    documentos necessários em três vias. Vamos recapitular os documentos
    que devem ser apresentados ( todos devem possuir três vias e devem ser
    agrupados em três grupos e grampeados, cada grupo deve contar um dos
    documentos):
    - Recibo da DI
    - Invoice original
    - Romaneio de Carga original
    - Termo de entrada
    - Conhecimento aéreo original
    - Certificado de MEI
    - Identidade com menos de cinco anos
    - CPF caso não esteja na identidade
    Novamente atentamos ao fato de ser comum os servidores da
    receita confundirem o nome da empresa com um nome de pessoa física,
    devido ao fato de serem os mesmos. Para evitar esse problema, no campo
    observações do recibo de DI escreva a mão, além da numeração de cada
    documento apresentado, uma nota dizendo que se trata de uma
    importação por uma pessoa física enquadrada como MEI e que o nome da
    empresa é o mesmo que o do importador pessoa física.
    Os documentos devem ser apresentados no terminal de cargas da
    Infraero onde a mercadoria atracou. Lá deve existir uma Aduana e uma
    secretaria onde existe uma pessoa que é responsável por recolher duas
    vias de seus documentos. Lá os documentos devem ser entregues em
    envelope de papel pardo com o número da DI escrito na frente do
    envelope.
    A outra via deve ser entregue na administração do terminal de
    cargas para cálculo do valor de armazenagem.
    Após entregar os documentos, eles serão distribuídos ao fiscal que
    será responsável pelo seu desembaraço. Geralmente leva cerca de 24
    horas para distribuir. No dia seguinte, pela manhã, verifique o andamento
    de sua DI no sistema “Siscomex importação web”. Caso não tenha
    nenhuma atualização compareça a aduana onde foi dado entrada na DI.
    Na secretária onde foi entregue os documentos, deve ter um papel colado
    no vidro informando a distribuição dos processos. Procure pelo número
    de sua DI e o nome do fiscal que está com seu processo. Se informe onde
    encontrar o fiscal.
    Nesse momento voltamos a reforçar que a paciência e a educação
    devem ser fundamentais. Lembre-se que depende deste fiscal liberar ou
    não sua mercadoria e ele têm todo o poder para mandar sua mercadoria
    ser apreendida sem justificativa.
    O fiscal irá verificar toda sua documentação, seus dados e sua
    habilitação no RADAR. Estando tudo certo, ele irá marcar para o próximo
    dia útil a fiscalização física da mercadoria. Ele irá devolver um recibo da
    DI assinado e carimbado, com algo como “Puxe a carga” escrita. Você
    deve pegar este documento e entregar no setor de logística da Aduana.
    Geralmente existem três caixas em frente ao departamento de logística
    com as palavras “Verde”, “Vermelho” e “Próximo dia útil”. Deixe seu
    documento na caixa que diz “Próximo dia útil” para que sua mercadoria
    seja puxada no próximo dia.
    Retorne no dia e horário marcado para fiscalização da mercadoria.
    O fiscal irá mandar abrir a caixa na sua presença e irá vistoriar toda a
    mercadoria. Ele irá verificar a quantidade, do que se trata a mercadoria,
    acessórios, manuais, tudo e caso encontre alguma divergência do que foi
    declarado na INVOICE ele poderá multar o importador ou apreender a
    mercadoria.
    Cuidado com a procedência da mercadoria, caso o produto seja falso
    ou imitação de alguma marca, logo o desembaraço poderá se tornar em
    algo grave e até assunto de polícia.
    Estando tudo conforme a INVOICE, o fiscal irá concluir o
    desembaraço e liberar a mercadoria. Ele irá entregar seus documentos
    originais de volta carimbados e autorizados para retirada.
    Para prosseguir o importador deve gerar uma guia de pagamento
    do ICMS e efetuar o pagamento. Como o ICMS é um imposto estadual, ele
    não é tratado no desembaraço, porém em muitas aduanas é exigido o
    comprovante de pagamento do ICMS para liberação da mercadoria. Na
    maioria dos casos a guia pode ser gerada no site do ministério da fazendo
    do estado do importador. O cálculo do valor a ser pago segue a fórmula:
    ICMS = Alíquota ICMS(%) x (VA + II + IPI + outros tributos +
    despesas aduaneiras) / [1 – Alíquota ICMS(%)]
    O valor de armazenamento também deve ser pago para poder dar
    continuidade ao processo. Pegue a guia na administração do terminal de
    cargas e realize o pagamento.
    De posse dos documentos devolvidos pelo fiscal, dos comprovantes
    de pagamento do ICMS e da taxa de armazenamento o importado poderá
    solicitar a retirada da mercadoria. Para tal, devem-se juntar os seguintes
    documentos:
    - Recibo da DI carimbado pelo fiscal
    - Conhecimento aéreo original
    - Certificado de MEI
    - Identidade
    - CPF caso não conste na identidade
    - Guia da taxa de armazenamento com uma cópia do comprovante
    de pagamento
    - Guia do ICMS com cópia do comprovante de pagamento
    Próximo ao setor de logística da Aduana deve existir alguma
    bancada com alguns carimbos em cima da mesa. Utilizando-os, deve-se
    carimbar o verso da DI e preencher o carimbo com seus dados e com os
    dados da pessoa ou empresa que irá recolher a mercadoria (caso seja o
    importador mesmo que for retirar a mercadoria, basta inserir os mesmos
    dados nos dois campos).
    Depois deve-se juntar os documentos, grampear e entregar
    novamente no setor de logística, porém desta vez deve ser entregue na
    caixa “Vermelho”. Aguarde a apuração final dos documentos e em
    algumas poucas horas eles devem deixar o recibo de retirada da
    mercadoria na bancada em frente ao setor de logística.
    De posse do recibo veja qual o setor informado e dirija-se a ele,
    assine e entregue o mesmo ao funcionário que irá se encarregar de levar
    sua mercadoria a parte externa do depósito para que você ou a pessoa
    encarregada de leve a mercadoria."

    Ta ai uma pequena forma minha de agradecer para o forum e seus colaboradores.: D

    Att,

    Alefy

  2. #2
    Senior Member Avatar de mveE
    Data de Ingresso
    Jul 2013
    Localização
    Brasil
    Posts
    106
    Peso da Avaliação
    7
    Muito bom, tirei varias dúvidas que tinha quanto a este assunto.

  3. #3
    Member Avatar de ederrodri
    Data de Ingresso
    Apr 2012
    Localização
    Piaui
    Posts
    86
    Peso da Avaliação
    8
    show de bola, obrigado por compartilhar, você teria estes arquivos que ele menciona no ebook? ex: ANEXO 01 e etc... se tiver compartilha o link para o pessoal fazer o download. abraço.

  4. #4
    Acesso ao Clube Avatar de Tatus
    Data de Ingresso
    May 2012
    Localização
    Parana
    Posts
    185
    Peso da Avaliação
    8
    Valew Alefy, o mundo tem que ser assim meu, como uma engrenagem, uns ajudando os outros, infinita reação em cadeia.
    (se o indivíduo deseja sabedoria, se puder forneça, ambos se tornarão seres melhores) vixi.... bonito isso não? rs
    Parabéns pela atitude.

  5. #5
    Junior Member Avatar de luizernestovaz
    Data de Ingresso
    Jul 2013
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    20
    Peso da Avaliação
    0
    Parabéns pela iniciativa de compartilhar, e desde já muito obrigado. Abraços !!

  6. #6
    Novato Avatar de Rafael Martins
    Data de Ingresso
    Jan 2013
    Localização
    florianopolis
    Posts
    4
    Peso da Avaliação
    0
    informação bem interessante , gostaria de ter acessso a o ebook completo

    Att:Martins

  7. #7
    Novato
    Data de Ingresso
    Jun 2013
    Localização
    Recife
    Posts
    6
    Peso da Avaliação
    0
    Tambem quero, disponibilizando o link do e-book.

    Wbrasil!

  8. #8
    Acesso ao Clube
    Data de Ingresso
    Sep 2012
    Localização
    serra-es
    Posts
    130
    Peso da Avaliação
    8
    Citação Postado originalmente por ederrodri Ver Post
    show de bola, obrigado por compartilhar, você teria estes arquivos que ele menciona no ebook? ex: ANEXO 01 e etc... se tiver compartilha o link para o pessoal fazer o download. abraço.
    Fala meu brother, eu so nao disponibilizei todo o ebook pois nao achei o arquivo zipado dele no meu note. Este texto esta num arquivo pdf q mandei pro meu email pra pode ficar lendo no meu serviço rsrsrs. Mas to a procura e assim q achar posto aqui com certeza. Se naome engano tem ate um videi explicando td direitinho. Estou na caça dele rsrsrs

  9. #9
    Member
    Data de Ingresso
    Jun 2013
    Localização
    Jardinopolis
    Posts
    37
    Peso da Avaliação
    0
    Parabens meu amigo, Deus lhe abençoe!!!

  10. #10
    Member
    Data de Ingresso
    Apr 2013
    Posts
    54
    Peso da Avaliação
    7
    Estas informações irão ajudar muito, valeu por compartilhar, aguardando o link pra download.

Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo

Marcadores

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •