Resultados 1 a 8 de 8

Tópico: Receita vai apertar fiscalização de importados pelos Correio

  1. #1
    Acesso ao Clube
    Data de Ingresso
    May 2012
    Localização
    MG
    Posts
    43
    Peso da Avaliação
    0

    Receita vai apertar fiscalização de importados pelos Correio

    Se o sistema como um todo funcionar direito, não me importo de ter que pagar tributo. Mas aí estamos falando em tributos honestos também, excesso de lucratividade, etc. Adoraria comprar tudo no Brasil, mas não sou rico desse calibre. Lembrarei muito bem disso nas eleições deste final de ano e nas próximas.


    Receita vai apertar fiscalização de importados pelos Correios

    Forma de atuação está sendo negociada entre os ministérios da Fazenda e das Comunicações

    BRASÍLIA - A Receita Federal e os Correios irão firmar nos próximos dias uma parceria para apertar a fiscalização das importações por remessa postal. A forma de atuação está sendo negociada entre os ministérios da Fazenda e das Comunicações. "Vamos desenvolver sistemas informatizados para dar mais transparência a essa questão. Maior agilidade onde for importação regular e maior fiscalização onde tiver que ser fiscalizado", afirmou à Agência Estado o subsecretário de Aduana e Relações Internacionais da Receita, Ernani Checcucci.


    Como está havendo um aperto nas alfândegas, por meio da operação Maré Vermelha, a Receita também está reforçando a atuação fiscal em outras portas de entrada para o Brasil, como fronteiras, bagagens de passageiros em aeroportos e compras pela internet. "Não é que o comércio eletrônico seja um mau negócio. Ele tem um papel a desempenhar para a pequena e média empresa. Mas é também um desafio grande para todas as administrações aduaneiras no mundo", explicou Checcucci.

    A parceria com os Correios, segundo ele, é para melhorar o ambiente de negócios via remessas postais. Atualmente existem três grandes centros dos Correios - Rio, São Paulo e Curitiba - que concentram as encomendas vindas do exterior.O subsecretário disse que o Fisco quer dar mais transparência ao processo. "Muitas vezes aparece para o contribuinte que está nas mãos da Receita, mas a mercadoria ainda está no processamento dos Correios", explicou.

    Consumidores já reclamam da demora na liberação das encomendas. Há, inclusive, uma petição pública na internet contra a ineficiência da Receita, conforme mostrou o jornal O Estado de S. Paulo. "Está demorando, mas tem um pouco de exagero", rebate Checcucci.

    Ele argumenta que há tentativas de burlar o Fisco, com declarações abaixo do preço da mercadoria para pagar menos tributo. O subsecretário destaca que a isenção do Imposto de Importação só é permitida para importações de até US$ 50 feitas por pessoas físicas.

    Inmetro

    A Receita e o Inmetro preparam a segunda fase da operação Maré Vermelha que passará a exigir certificação de qualidade técnica dos produtos importados. "Será um trabalho de inteligência. Não vamos abrir todos os contêineres, mas vamos selecionar alguns nichos de mercado de produtos com maior irregularidade ou que podem ter potencial nocividade ao consumidor", antecipou à Agência Estado o procurador federal do Inmetro, Marcelo Martins.

    Segundo ele, o objetivo é garantir que produtos nacionais com certificação compulsória não concorram com importados mais baratos, que chegam no Brasil fora dos padrões de conformidade técnica. A entrada do Inmetro no esforço do governo de combate às importações desleais faz parte do Plano Brasil Maior, mas o convênio com a Receita Federal foi assinado somente no mês passado.

    Os fiscais do Inmetro só podem entrar no ambiente alfandegário com a presença dos técnicos da Receita. "Já temos equipes trocando informações. Na segunda etapa da Maré Vermelha teremos um conjunto de produtos com regulamentação técnica obrigatória que estará sendo fiscalizado", disse o subsecretário de Aduana e Relações Internacionais da Receita, Ernani Checcucci.

    A operação Maré Vermelha foi iniciada em 19 de março para combater a entrada irregular no País de produtos de bens de consumo em segmentos da indústria brasileira fortemente atingidos pela concorrência desleal dos importados. Martins explicou que, além da análise visual, alguns produtos podem ser retirados para análise nos laboratórios credenciados do Inmetro. Também será checada a autenticidade de selos de qualidade nos produtos importados. Ele informou que mais de cem produtos têm certificação compulsória, mas este número deve dobrar em quatro anos.

    Para evitar morosidade na liberação das mercadorias, o Inmetro já realizou um pregão eletrônico para selecionar os laboratórios que ficarão responsáveis pelas análises de conformidade técnica dos produtos. "Não queremos criar transtorno para o importador nacional. Nosso objetivo é não só proteger o consumidor, mas também a indústria nacional da concorrência desleal", afirmou Martins.

    Fonte: http://economia.estadao.com.br/noticias ... 1108,0.htm
    Cnenoraf Ibpr qrfpboevh dhr rfgr grkgb rfgnin pvsenqb rz ebg germr, ntben cnen svanyvmne n punenqn rager ab abffb pnany ab n serrabqr r punzr b encu qr zravab ohqn

  2. #2
    Banido
    Data de Ingresso
    Feb 2012
    Localização
    Belo Horizonte
    Posts
    477
    Peso da Avaliação
    0

    Re: Receita vai apertar fiscalização de importados pelos Cor

    Li Tudo. Esta mare vermelha esta mais pra Tsunami, credo Cade minhas Encomendas &¨%&

  3. #3
    Member
    Data de Ingresso
    Mar 2012
    Localização
    Curitiba
    Posts
    97
    Peso da Avaliação
    8

    Re: Receita vai apertar fiscalização de importados pelos Cor

    Vishh... agora tem o INMETRO junto? Mais uma coisa para complicar os prazos...

  4. #4
    Acesso ao Clube Avatar de JulianaBuch
    Data de Ingresso
    Jan 2012
    Localização
    São Paulo
    Posts
    200
    Peso da Avaliação
    8

    Re: Receita vai apertar fiscalização de importados pelos Cor

    Essas coisas não duram muito tempo, por que também prejudicam empresas grandes que ficam com mercadorias paradas.
    Projeto pessoal, Comprei de Fora .

  5. #5
    Senior Member
    Data de Ingresso
    Jun 2012
    Posts
    130
    Peso da Avaliação
    8

    Re: Receita vai apertar fiscalização de importados pelos Cor

    no Brasil parece que nao existe gente capacitada para planejamento, sempre fazem as operacoes e planejamentos
    merdas (em todos segmentos) e voltam atras ou deixam de lado pois veem que é inviavel ou possui muitos defeitos.
    a ultima foi a sacolinha aqui em sp, ja voltou.

  6. #6
    Novato
    Data de Ingresso
    Oct 2011
    Posts
    94
    Peso da Avaliação
    8

    Re: Receita vai apertar fiscalização de importados pelos Cor

    O motivo dessa maré vermelha é acabar com a entrada ilegal de produtos,mais tem um porem ,os paises do mercosul estão fazendo novas leis para produtos chineses,pois os chineses estão tomando conta de tudo,e prejudicando os comércios internos.

  7. #7
    Junior Member
    Data de Ingresso
    Oct 2011
    Posts
    11
    Peso da Avaliação
    0

    Re: Receita vai apertar fiscalização de importados pelos Cor

    Ummm obrigado

  8. #8
    Member Avatar de silverroc
    Data de Ingresso
    May 2013
    Localização
    São Bernardo do Campo, São Paulo
    Posts
    70
    Peso da Avaliação
    7
    pessoal um trader acaba de me passar essa matéria dêem uma olhada e comentem....

    Receita aperta o cerco à importação via Correios - Vídeos - Economia & Negócios - Estadão.com.br

    fonte: estadão datado de 18/07/2013.

Tópicos Similares

  1. Roubado pelos CORREIOS
    Por rfsilveira no fórum Discussão Geral
    Respostas: 8
    Último Post: 27/10/2012, 21:00
  2. Senado aprova maior fiscalização de produtos importados
    Por raphaelf no fórum Legislação
    Respostas: 7
    Último Post: 09/07/2012, 23:36
  3. A fiscalização ja barrou algum produto importado?
    Por edulw no fórum Discussão Geral
    Respostas: 24
    Último Post: 17/11/2011, 15:43
  4. ICMS pelos correios?
    Por bbfrafael no fórum Impostos
    Respostas: 6
    Último Post: 12/09/2011, 11:24

Marcadores

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •