Anúncio

Collapse
No announcement yet.

Impostos Importa Fácil vs. RADAR

Collapse
X
 
  • Filter
  • Hora
  • Show
Clear All
new posts

  • #16
    Amigos, no meu processo de autorização da empresa a importar e revender, esbarrei no problema que só posso importar celular de marcas conhecidas caso tenha a permissão dessas empresas para fazer a importação, ou seja, acredito que o sonho acabou. Alguem aqui tem noção de como tentar essa autorização junto as empresas ou é impossivel?

    Comentário


    • #17
      Olá FAVJMNM. Não sou expert no assunto, mas pelo que tenho colhido de informações no fórum, para se revender legalmente algum produto de marca registrada (marcas conhecidas) você deve necessariamente ter autorização dessa marca, ie, o fabricante propriamente dito. Caso o fabricante tenha representante no país, você deve ter autorização junto a esse representante. Tente avaliar a possibilidade entrando em contato o setor responsável, lá na sede desse representante. Mais um detalhe, celular é um produto que precisa de autorização do órgão fiscalizador nessa área, que no caso é a Anatel (o produto precisa ser homologado).
      Last edited by FVieiraF; 24/10/2013, 21:25. Razão: como sou novato, pelas regras, só posso postar mensagens com intuito de auxiliar na organização do fórum e incentivar uso da ferramenta de pesquisa.

      Comentário


      • #18
        Postado originalmente por FVieiraF Ver Post
        Olá FAVJMNM. Não sou expert no assunto, mas pelo que tenho colhido de informações no fórum, para se revender legalmente algum produto de marca registrada (marcas conhecidas) você deve necessariamente ter autorização dessa marca, ie, o fabricante propriamente dito. Caso o fabricante tenha representante no país, você deve ter autorização junto a esse representante. Tente avaliar a possibilidade entrando em contato o setor responsável, lá na sede desse representante. Mais um detalhe, celular é um produto que precisa de autorização do órgão fiscalizador nessa área, que no caso é a Anatel (o produto precisa ser homologado).
        Obrigado pela resposta amigo. Essa do produto ser homologado quer dizer que eu mesmo sendo autorizado a revender a marca eu só posso revender apos a ANATEL fazer sei la oque e colocar o selo, ou ser homologado que dizer que eu só posso trazer celulares(modelos) que ja são comercializados no mercado nacional?

        Comentário


        • #19
          Postado originalmente por FAVJMNM Ver Post
          Obrigado pela resposta amigo. Essa do produto ser homologado quer dizer que eu mesmo sendo autorizado a revender a marca eu só posso revender apos a ANATEL fazer sei la oque e colocar o selo, ou ser homologado que dizer que eu só posso trazer celulares(modelos) que ja são comercializados no mercado nacional?
          Posso está equivocada, mas logicamente, você compraria o produto diretamente do fabricante por um valor estimado por ele, mas abaixo do mercado, ou seja, não faria a importação do produto, uma vez que ele está subsidiado aqui. Portanto a homologação através da Anatel seria feita pelo fabricante do aparelho e repassada a você com todos os trâmites legais.

          Um lembrete, a ANATEL irá bloquear todos os celulares não homologados aqui no Brasil, ou seja, se você importou um aparelho que não há suporte do fabricante aqui no Brasil e que não foi aceito pela ANATEL, ele não funcionará.
          Evite ser punido, leia as Regras Gerais do Fórum


          "A gratidão de quem recebe um benefício é bem menor que o prazer daquele de quem o faz." - Machado de Assis

          Comentário


          • #20
            Postado originalmente por cynthia Ver Post
            Posso está equivocada, mas logicamente, você compraria o produto diretamente do fabricante por um valor estimado por ele, mas abaixo do mercado, ou seja, não faria a importação do produto, uma vez que ele está subsidiado aqui. Portanto a homologação através da Anatel seria feita pelo fabricante do aparelho e repassada a você com todos os trâmites legais.

            Um lembrete, a ANATEL irá bloquear todos os celulares não homologados aqui no Brasil, ou seja, se você importou um aparelho que não há suporte do fabricante aqui no Brasil e que não foi aceito pela ANATEL, ele não funcionará.
            Valeu amigao, obrigado. Porem referente ao aparelho nao funcionar esta acontecendo um equivoco geral nessa informação, o que não vai funcionar sao aparelhos xinglings e não aparelhos fabricados com emei originais(sony, motorola...etc). Pois se foce bloquear todos os aparelhos, entao no brasil todos os estrangeiros teriam que comprar um celular para visitar o Brasil........imagina copa do mundo e olimpiadas!

            Comentário


            • #21
              Postado originalmente por FAVJMNM Ver Post
              Valeu amigao, obrigado. Porem referente ao aparelho nao funcionar esta acontecendo um equivoco geral nessa informação, o que não vai funcionar sao aparelhos xinglings e não aparelhos fabricados com emei originais(sony, motorola...etc). Pois se foce bloquear todos os aparelhos, entao no brasil todos os estrangeiros teriam que comprar um celular para visitar o Brasil........imagina copa do mundo e olimpiadas!
              FAVJMNM, levando em consideração o que a Cynthia disse acima, creio que uma possibilidade seria você revender celulares de marca registrada que já são produzidos no país, ex: uma grande marca produz na Zona Franca de Manaus com subsídios e você compra diretamente deles um produto que já está homologado no país e revende. Agora, se for realmente importar tem que saber se a homologação é uma homologação geral por marca/modelo ou se é uma homologação unitária por cada aparelho. Não tenho certeza, mas creio que é uma homologação por cada aparelho. Em relação à autorização da marca, creio que não tem como fugir disso, o ideal mesmo é contactar o fabricante ou representante no país. Não tenho conhecimento suficiente para te garantir essas informações, te falo pelo que conheço mas não é difícil você confirmar isso pesquisando na web.

              Uma informação que talvez possa ser útil a você: em geral, todo aparelho de telecomunicações legalizado no país tem um selo da Anatel. Rádios, receptores, celulares, etc... Nesse selo tem alguns dados, o número da homologação, CNPJ da empresa, se é nacionalizado... Se você já tiver em mãos algum modelo que deseja revender, dê uma conferida no selo de homologação da Anatel fixado nele. Espero ter ajudado. Até.

              PS. Talvez possamos estar desviando do tópico, melhor pesquisar no fórum ou abrir um novo tópico específico.
              Last edited by FVieiraF; 25/10/2013, 09:44.

              Comentário


              • #22
                Postado originalmente por FAVJMNM Ver Post
                Valeu amigao, obrigado. Porem referente ao aparelho nao funcionar esta acontecendo um equivoco geral nessa informação, o que não vai funcionar sao aparelhos xinglings e não aparelhos fabricados com emei originais(sony, motorola...etc). Pois se foce bloquear todos os aparelhos, entao no brasil todos os estrangeiros teriam que comprar um celular para visitar o Brasil........imagina copa do mundo e olimpiadas!
                Não disse que vão bloquear todos os aparelhos importados, eu disse que os não homologados, ou seja, que a ANATEL não reconhece a procedência e/ou a segurança do modelo/fabricante ou que não atendam a frequência de operação correta (Mhz), serão bloqueados.

                Isso vale para os aparelhos novos que são lançados primeiro no exterior e depois aqui, sempre há um "delay"!

                Consulta a aparelhos homologados

                Postado originalmente por FVieiraF Ver Post
                FAVJMNM, levando em consideração o que a Cynthia disse acima, creio que uma possibilidade seria você revender celulares de marca registrada que já são produzidos no país, ex: uma grande marca produz na Zona Franca de Manaus com subsídios e você compra diretamente deles um produto que já está homologado no país e revende. Agora, se for realmente importar tem que saber se a homologação é uma homologação geral por marca/modelo ou se é uma homologação unitária por cada aparelho. Não tenho certeza, mas creio que é uma homologação por cada aparelho. Em relação à autorização da marca, creio que não tem como fugir disso, o ideal mesmo é contactar o fabricante ou representante no país. Não tenho conhecimento suficiente para te garantir essas informações, te falo pelo que conheço mas não é difícil você confirmar isso pesquisando na web.

                Uma informação que talvez possa ser útil a você: em geral, todo aparelho de telecomunicações legalizado no país tem um selo da Anatel. Rádios, receptores, celulares, etc... Nesse selo tem alguns dados, o número da homologação, CNPJ da empresa, se é nacionalizado... Se você já tiver em mãos algum modelo que deseja revender, dê uma conferida no selo de homologação da Anatel fixado nele. Espero ter ajudado. Até.

                PS. Talvez possamos estar desviando do tópico, melhor pesquisar no fórum ou abrir um novo tópico específico.
                Exatamente²!

                Para continuar garimpando informações sobre esse caso específico de como trabalhar com importações de celulares, etc, abra um único novo tópico.
                Evite ser punido, leia as Regras Gerais do Fórum


                "A gratidão de quem recebe um benefício é bem menor que o prazer daquele de quem o faz." - Machado de Assis

                Comentário


                • #23
                  Vamos lá....

                  Até aonde sei se você quiser importar o que for utilizando o Radar você deverá ter autorização. Exemplo: Se quiser importar roupas da Hollister, Tommy, celulares da Samsung, Apple e qualquer coisa que for você deve ter uma autorização da respectiva marca para revender seus produtos. Creio que isso infelizmente é algo que torna muitas vezes o Radar inútil para alguns de nós que quer comercializar grandes marcas.

                  Agora quero expor minha dúvida...

                  Fiz uma importação por courier que foi recusada pelo fiscal e retornada ao remetente devido a quantidade configurar comércio e eu ser pessoa física, ou seja, pessoas físicas não podem importar para comércio informalmente... O Importa Fácil é uma ferramente que pode ser utilizada por pessoas jurídicas que não tem como atividade importação e exportação, tornando possível importar legalmente, porém como uma pessoa citou no começo desse tópico as modalidades de fretes do Importa Fácil devem ser restritas a modalidades "governamentais", como EMS, USPS, HK Post, etc, e não por transportadoras.

                  Minha dúvida é se eu tiver CNPJ(seja qual for a atividade) eu posso fazer importações para comércio legalmente usando o mesmo "modelo" do Importa Fácil mas ao invés do Importa Fácil importar normalmente por courier. Minha dúvida é justamente se minhas encomendas agora não seriam barradas porque agora realmente seriam para comércio mas eu teria CNPJ e justificaria a importação!? Procede?

                  Agradeço a colaboração de todos...

                  Comentário


                  • #24
                    Postado originalmente por Cristian-L-C-A Ver Post
                    Vamos lá....

                    Até aonde sei se você quiser importar o que for utilizando o Radar você deverá ter autorização. Exemplo: Se quiser importar roupas da Hollister, Tommy, celulares da Samsung, Apple e qualquer coisa que for você deve ter uma autorização da respectiva marca para revender seus produtos. Creio que isso infelizmente é algo que torna muitas vezes o Radar inútil para alguns de nós que quer comercializar grandes marcas.

                    Agora quero expor minha dúvida...

                    Fiz uma importação por courier que foi recusada pelo fiscal e retornada ao remetente devido a quantidade configurar comércio e eu ser pessoa física, ou seja, pessoas físicas não podem importar para comércio informalmente... O Importa Fácil é uma ferramente que pode ser utilizada por pessoas jurídicas que não tem como atividade importação e exportação, tornando possível importar legalmente, porém como uma pessoa citou no começo desse tópico as modalidades de fretes do Importa Fácil devem ser restritas a modalidades "governamentais", como EMS, USPS, HK Post, etc, e não por transportadoras.

                    Minha dúvida é se eu tiver CNPJ(seja qual for a atividade) eu posso fazer importações para comércio legalmente usando o mesmo "modelo" do Importa Fácil mas ao invés do Importa Fácil importar normalmente por courier. Minha dúvida é justamente se minhas encomendas agora não seriam barradas porque agora realmente seriam para comércio mas eu teria CNPJ e justificaria a importação!? Procede?

                    Agradeço a colaboração de todos...


                    Muito boa a sua duvida, porem hoje me fiz uma pergunta e nao obtive uma resposta kkkkkkkkkkkk, entao novamente peço ajuda aos "universitários".
                    Essa regra de só poder obter importação de celulares para revenda das grandes marcas(sony, samsung e etc) caso eu faça atraves do importafacil eu poderei ou isso independe de usar o RADAR ou IMPORTAFACIL?

                    Comentário


                    • #25
                      Eu tenho a mesma dúvida, mas não em relação a celulares, mas sim sobre qualquer produto de grandes marcas.
                      Vamos supor que eu faça um CNPJ como MEI, importe os produtos pelo ImportaFacil, pagando os impostos tudo certinho...ainda assim eu não posso revender os produtos, numa loja virtual por exemplo?
                      Vamos supor...Compro 10 camisas da Hollister ORIGINAIS, elas chegam até mim.
                      Não posso revende-las?

                      Comentário


                      • #26
                        Pessoal, temos que analisar os assuntos separadamente. Uma coisa é a forma de importação sendo ela pelos Correios, Courrier ou agente de carga com ou sem utilização de Radar. A outra questão que é a mais importante é sobre a comercialização de produtos de marca. Independentemente da forma de importação se o exportador ou importador não possuírem a licença para comercialização do mercado em questão, provavelmente estarão sujeitos às penalidades aplicáveis.

                        A Receita Federal tem questionado até mesmo produtos que não tenham marcas famosas, mas que tragam a menção de uma marca diversa do nome do importador. Caso este não possua justificativa plausível poderá ter dificuldades na liberação alfandegária. Notem que esta postura da Receita Federal é para proteger os verdadeiros donos das marcas ou dos direitos de comercialização. Hoje vocês estão deste lado, mas poderiam estar do lado do fabricante e teriam todo interesse em proteger a entrada dos produtos em nosso mercado.

                        Não se iludam em realizar importações formais torcendo para que o processo não caia em carnal vermelho e que não sejam questionados com relação à marca. O fato de outros trazerem desta forma não garante que sua operação será bem sucedida. Muita coisa que entra no Brasil é informal e sem autorização dos fabricantes.

                        Tentem começar a fazer as importações de forma legal e dentro das regras mesmo que estas imponham custos e burocracia. Driblem estas barreiras com planejamento, informação e acima de tudo muito trabalho. Isto sim pode ser um diferencial para a importação.

                        Atenciosamente,

                        IBSolutions – Soluções em Comércio Internacional

                        Comentário


                        • #27
                          Afinal, os 150 do Importa Fácil é pago a cada compra que eu fizer? Tipo: se eu fizer 3 pedidos de produtos diferentes, vou pagar 150 sobre cada um deles? Ou essa taxa é paga de forma mensal ou anual? Estou com essa dúvida e não achei resposta ainda.

                          Comentário


                          • #28
                            Postado originalmente por ladyacp Ver Post
                            Afinal, os 150 do Importa Fácil é pago a cada compra que eu fizer? Tipo: se eu fizer 3 pedidos de produtos diferentes, vou pagar 150 sobre cada um deles? Ou essa taxa é paga de forma mensal ou anual? Estou com essa dúvida e não achei resposta ainda.
                            Os R$150,00 são pagos por cada carga desembaraçada.

                            Enviado do meu GT-I9300
                            Quer receber de volta parte do valor pago em compras no Aliexpress e em vários sites do BR?

                            Acesse o LINK a seguir e se cadastre para saber mais:
                            Sistema Retorna CashBack

                            BitCoins de graça? Clica aqui e se cadastra!

                            Comentário


                            • #29
                              Até 95% de impostos ???? OMG... Por isso é quase impossível crescer honestamente no Brasil. =/

                              Comentário


                              • #30
                                Postado originalmente por Péricles Adonis Ver Post
                                Até 95% de impostos ???? OMG... Por isso é quase impossível crescer honestamente no Brasil. =/
                                Infelizmente essas cargas absurdas de impostos é que incentivam a sonegação e a muamba....
                                Great times are coming!!!

                                Comentário

                                Working...
                                X