Resultados 1 a 4 de 4
  1. #1
    Senior Member Avatar de Ranieris
    Data de Ingresso
    May 2014
    Localização
    são paulo
    Posts
    154
    Peso da Avaliação
    5

    como revender aeropostale com nota fiscal?

    olá, eu pesquisei e pesquisei e tudo que consegui foi incompleto para sanar minha duvidas, então vou ser direto ao pedir ajuda de voces, considerando que vou virar pessoa jurídica pelo MEI, eu quero importar aeropostale pelo importa fácil ou despachante, e revende-las com nota fiscal. isso me parece fácil, por muitas vezes ver alguém já fazendo isso por ai, lojas na internet vendem Aeropostale com nota fiscal. como eles conseguem? é fácil ou tem burocracia? quais são as burocracias? autorização da marca ou não precisa?

  2. #2
    Banido Avatar de Orlando Imports
    Data de Ingresso
    Aug 2013
    Localização
    Orlando(FL)
    Posts
    676
    Peso da Avaliação
    0
    Prezado amigo,

    Infelizmente vou jogar água fria na sua idéia. Primeiro já discordo que MEI seja o caminho para iniciar qualquer tipo de negócio referente a importação. De longe vai lhe frustar muito rapidamente. E já vai entender o motivo...

    Continuando, importar marcas não é "fácil" como mencionou, e se tem lojas que vendem Aeropostale com nota fiscal, existem algumas maneiras e "brechas" na lei que fazem com que isso seja possível, mas acredite, ninguém importa declaradamente AEROPOSTALE pelo importa fácil muito menos através de Siscomex/Radar.
    para importar determinadas marcas, é necessário ter essa marca homologada no país de destino e autorizada de/para determinadas empresas, ou seja, exportador para importador.
    Tudo mais que "ouvir falar"ou "escutar" merece ser pesquisado e devidamente duvidado.
    Todo seu investimento para ficar retido na aduana em função de sua nao conformidade em operar determinada marca no Brasil. Vc não acha que seria muito fácil todo mundo querer importar legalmente polos da Tommy? Mesmo com todos os custos, sairia mais barato que em algumas lojas.
    A Tommy, para que tenha conhecimento, é representada no Brasil pelo pool de empresa InBrand detentora da Tommy, VR, Ellus entre outras grandes marcas no Brasil nacionais e importadas, isso quer dizer que: Legalmente somente a Inbrand pode comercializar Tommy no Brasil, ou mudando melhor a frase. Somente a Inbrand pode vender Tommy no Brasil. Se sua empresa quer vender Tommy legalmente deve comprar pela Inbrand, e só para se situar, o pedido mínimo é de R$ 50.000,00 inicial com prazo de pagamento para 28 dias.
    Por que não tem loja Hollister? Aeropostale? Abercrombie no Brasil? Já parou para pensar? Acha que ninguém tem $ para abrir uma loja deles em algum shopping por ai? Não, o que mais tem são pedidos de grandes investidores brasileiros para isso, mas as marcas NÃO QUEREM LOJA NO BRASIL, posição essa que acha extremamente questionável, uma vez que em USA, os turistas brasileiros gastam fortunas nestas marcas entre outras.
    Enfim...Você vender legalmente vai ter que ter numa visão macro:
    1. Despachante aduaneiro para auxiliar na importação, CASO sua empresa seja autorizada pela receita para operar com RADAR, e sendo MEI suas chances são existentes, mas extremamente pequenas tendo em vista o conceito de MEI;
    2. Precisa pesquisar as aliquotas dessas camisetas Aeropostale no caso, pois cada camiseta, tipo, tecido, seja de onde for tem aliquotas diferenciadas e isso pode inviabilizar seu negócio;
    3. Lembre-se que importação legalizada vai pagar, o produto, a tradding que importará para você, frete internacional, estocagem na aduana, ICMS, IP, Cofins e para lhe alegrar..dólar comercial. Detalhe: Nada acima é facultativo, e sim obrigado!
    4. Agende-se e prepare-se para esperar muito tempo para o desembaraço aduaneiro, ainda mais em pequenas quantidades, isso é um dos pioeres pontos de importação legalizada no Brasil..o tempo! E seu cliente não entende isso....
    5. Toda e qualquer importação legalizada no Brasil, siginifica:"Mais é menos...", ou seja, quanto maior for seu volume, menor será seu gasto proporcional, gerando maior lucro.

    Enfim, isso é só uma pincelada, o ideal é você pagar um despachante aduaneiro para ele te falar isso tudo e alguns pontos a mais, que eu não tenho pleno conhecimento, pois sou apenas importador, e o que falo vivo na prática diariamente, e te digo que a coisa é complicada mesmo!

    Desejo sucesso, e sempre procure um profissional da área, isso vai lhe poupar seu rico dinheirinho amigo!

    Boa sorte,


    Marco
    Última edição por Orlando Imports; 30/11/2014 às 02:17.

  3. #3
    Senior Member Avatar de Ranieris
    Data de Ingresso
    May 2014
    Localização
    são paulo
    Posts
    154
    Peso da Avaliação
    5
    Obrigado pelo informação, realmente eu desconfiava disso, mas seu ponto de vista é verdade mesmo. entretanto, a informalidade acaba sendo o que resta para muitas pessoas. então considerando ser apenas pessoa física, comprar muita roupa caracteriza comercio, mas mesmo assim eu consigo liberar com despachante ou importa fácil, ouvi dizer um caso de um brasileiro que foi pra miami e se encantou com os preços e comprou muito e foi barrado no aeroporto, precisou de um despachante que resolveu pra ele. isso seria uma das brechas que voce citou? obrigado
    Citação Postado originalmente por Orlando Imports Ver Post
    Prezado amigo,

    Infelizmente vou jogar água fria na sua idéia. Primeiro já discordo que MEI seja o caminho para iniciar qualquer tipo de negócio referente a importação. De longe vai lhe frustar muito rapidamente. E já vai entender o motivo...

    Continuando, importar marcas não é "fácil" como mencionou, e se tem lojas que vendem Aeropostale com nota fiscal, existem algumas maneiras e "brechas" na lei que fazem com que isso seja possível, mas acredite, ninguém importa declaradamente AEROPOSTALE pelo importa fácil muito menos através de Siscomex/Radar.
    para importar determinadas marcas, é necessário ter essa marca homologada no país de destino e autorizada de/para determinadas empresas, ou seja, exportador para importador.
    Tudo mais que "ouvir falar"ou "escutar" merece ser pesquisado e devidamente duvidado.
    Todo seu investimento para ficar retido na aduana em função de sua nao conformidade em operar determinada marca no Brasil. Vc não acha que seria muito fácil todo mundo querer importar legalmente polos da Tommy? Mesmo com todos os custos, sairia mais barato que em algumas lojas.
    A Tommy, para que tenha conhecimento, é representada no Brasil pelo pool de empresa InBrand detentora da Tommy, VR, Ellus entre outras grandes marcas no Brasil nacionais e importadas, isso quer dizer que: Legalmente somente a Inbrand pode comercializar Tommy no Brasil, ou mudando melhor a frase. Somente a Inbrand pode vender Tommy no Brasil. Se sua empresa quer vender Tommy legalmente deve comprar pela Inbrand, e só para se situar, o pedido mínimo é de R$ 50.000,00 inicial com prazo de pagamento para 28 dias.
    Por que não tem loja Hollister? Aeropostale? Abercrombie no Brasil? Já parou para pensar? Acha que ninguém tem $ para abrir uma loja deles em algum shopping por ai? Não, o que mais tem são pedidos de grandes investidores brasileiros para isso, mas as marcas NÃO QUEREM LOJA NO BRASIL, posição essa que acha extremamente questionável, uma vez que em USA, os turistas brasileiros gastam fortunas nestas marcas entre outras.
    Enfim...Você vender legalmente vai ter que ter numa visão macro:
    1. Despachante aduaneiro para auxiliar na importação, CASO sua empresa seja autorizada pela receita para operar com RADAR, e sendo MEI suas chances são existentes, mas extremamente pequenas tendo em vista o conceito de MEI;
    2. Precisa pesquisar as aliquotas dessas camisetas Aeropostale no caso, pois cada camiseta, tipo, tecido, seja de onde for tem aliquotas diferenciadas e isso pode inviabilizar seu negócio;
    3. Lembre-se que importação legalizada vai pagar, o produto, a tradding que importará para você, frete internacional, estocagem na aduana, ICMS, IP, Cofins e para lhe alegrar..dólar comercial. Detalhe: Nada acima é facultativo, e sim obrigado!
    4. Agende-se e prepare-se para esperar muito tempo para o desembaraço aduaneiro, ainda mais em pequenas quantidades, isso é um dos pioeres pontos de importação legalizada no Brasil..o tempo! E seu cliente não entende isso....
    5. Toda e qualquer importação legalizada no Brasil, siginifica:"Mais é menos...", ou seja, quanto maior for seu volume, menor será seu gasto proporcional, gerando maior lucro.

    Enfim, isso é só uma pincelada, o ideal é você pagar um despachante aduaneiro para ele te falar isso tudo e alguns pontos a mais, que eu não tenho pleno conhecimento, pois sou apenas importador, e o que falo vivo na prática diariamente, e te digo que a coisa é complicada mesmo!

    Desejo sucesso, e sempre procure um profissional da área, isso vai lhe poupar seu rico dinheirinho amigo!

    Boa sorte,


    Marco

  4. #4
    Novato Avatar de natanrs
    Data de Ingresso
    Jan 2017
    Posts
    2
    Peso da Avaliação
    0
    Olá Pessoal,
    Bom dia,

    Por gentileza, gostaria de tirar a seguinte dúvida:

    Importando como MEI pelo importa Facil, emitindo legalmente NF de entrada e Saída, posso vender qualquer eletrônico de marca conhecida? ou Preciso da autorização da marca? Postei aqui, pois apesar de ser eletrônico, a dúvida é semelhante ao amigo que criou o post.

    Grato desde já.

Tópicos Similares

  1. E-Sedex sem nota fiscal.
    Por Nomarca no fórum Entrega e Frete
    Respostas: 7
    Último Post: 13/06/2015, 12:02
  2. nota fiscal
    Por peppersmotor no fórum Boteco
    Respostas: 2
    Último Post: 10/01/2014, 13:14
  3. nota fiscal para DHL
    Por Mys no fórum Impostos
    Respostas: 2
    Último Post: 29/10/2012, 19:34
  4. nota fiscal
    Por joaogame no fórum Impostos
    Respostas: 1
    Último Post: 03/05/2012, 17:52

Tags para este Tópico

Marcadores

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •